NOTÍCIAS

Obras da Estação Catedral estão suspensas por 6 meses

Mais um capítulo para a novela Estação Catedral, estrelando a Catedral Metropolitana de Ribeirão Preto e a prefeitura.

Foi publicada nesta quinta-feira (28), no Diário Oficial do Estado de São Paulo, a suspensão das obras da Estação Catedral e os terminais adjacentes – as obras já estavam paradas por solicitação do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico), que analisa um contra laudo apresentado pelo padre Francisco Zanardo Moussa, o padre Chico.

À página 41 do Diário Oficial, está cravada a decisão. "O Egrégio Colegiado deliberou, por unanimidade, pelo envio de notificação à Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, com vistas à suspensão imediata das intervenções dos abrigos das paradas de ônibus localizadas na Praça da Bandeira, área envoltória da Catedral de São Sebastião, município de Ribeirão Preto, para análise da documentação técnica recebida", consta no documento.

"Essa é a melhor notícia do ano", comemorou padre Chico. "Agora, teremos seis meses para apresentar um estudo detalhado para comprovar os estragos que o trânsito promove em nossa Catedral", completou. Dessa forma, as obras devem ficar paralisadas até, pelo menos, outubro deste ano.

Questionada, a Prefeitura de Ribeirão Preto limitou-se a informar que "irá cumprir todas as determinações dos órgãos competentes".

Menino de 8 anos que se afogou em aula de natação recebe alta hospitalar

Depois de ficar 14 dias internado, o menino de 8 anos que se afogou durante uma aula de natação no dia 14 de abril, em São José do Rio Preto (SP), recebeu alta hospitalar por volta das 19h desta quarta-feira (27), segundo a assessoria de imprensa do Hospital da Criança e Maternidade (HCM), onde ele estava internado.

De acordo com o hospital, a família proibiu que o hospital divulgasse qualquer informação sobre o estado de saúde dele. Durante o período em que ficou internado, a criança realizou exercícios respiratórios assistido por uma equipe multiprofissional especializada.

O pai dele, o engenheiro civil Luís Aparecido Miguel, de 47 anos, registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), no dia 15 de abril, para tentar entender o que aconteceu com o filho. A delegada da DDM, Margarete Franco, instaurou inquérito sobre o caso e ainda está na fase de investigações.

O menino teve parada cardiorrespiratória após se afogar. Procurado pelo G1, nesta quinta-feira (28), o proprietário da escola de natação que a vítima frequentava disse que não vai falar sobre o acidente.

De acordo com o pai, o filho estuda em período integral em uma escola e, por meio de um convênio da escola com a academia de natação, que fica em frente da escola, ele faz as aulas duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o menino estava em uma aula de natação e, quando o professor notou sua ausência, ele já tinha se afogado e estava no fundo da piscina. Os bombeiros foram chamados pela escola e encontraram a criança inconsciente, entrando em parada cardiorrespiratória.

Justiça decreta prisão preventiva de prefeito e mais 11 em Miguelópolis

Decisões judiciais expedidas nesta quinta-feira (28) determinaram a prisão preventiva do prefeito de Miguelópolis (SP), Juliano Mendonça Jorge (PRB), e de mais 11 funcionários e ex-funcionários por fraudes em licitações no município entre 2013 e 2015.

O esquema pode ter gerado desvios em contratos que somam R$ 6 milhões, segundo o MP.

Denunciado por peculato, organização criminosa e corrupção, o chefe do Executivo foi preso temporariamente no dia 19, quando foi deflagrada a operação “Cartas Brancas” e mais 14 suspeitos foram detidos. A detenção temporária de todos foi prorrogada, mas terminou na quarta-feira (27).

A preventiva do prefeito foi decretada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) durante a tarde. A advogada de defesa de Mendonça Jorge, Mônica Queiroz, confirmou que entrará com um pedido de habeas corpus.

Além do chefe do Executivo, outros 11 tiveram as prisões preventivas determinadas pela Justiça local, segundo o promotor do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Paulo Radumz.

11 prisões decretadas

Segundo Radumz, os 11 que tiveram preventivas decretadas pela Justiça - e que não têm foro privilegiado como o prefeito - são funcionários e ex-funcionários da Prefeitura que também responderão por suspeita de integrar organização criminosa, por fraude em licitações, falsificação de documentos e formação de cartel.

Presos em Batatais (SP) e Franca (SP), eles devem ser transferidos para um centro de detenção provisória da região, ainda não confirmado. Nenhum deles foi ouvido.

"Em um primeiro momento a gente conversou com eles, mas todos preferiram, por meio dos advogados, tomarem pé da situação para depois ser marcada uma data", diz.

Outros três foram liberados por razões ainda não divulgadas.

PF em Ribeirão Preto prende traficante procurado na Colômbia e nos EUA

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (28) em Ribeirão Preto (SP) um homem considerado o maior traficante de drogas da Colômbia e dos Estados Unidos. Segundo a PF, Eduard Fernando Giraldo Cardoza tem ligações com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e a polícia norte-americana oferecia US$ 5 milhões pela captura dele. O colombiano deverá ser levado ainda nesta quinta-feira para São Paulo (SP).

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, o delegado Victor Hugo Rodrigues Alves afirmou que Cardoza foi preso depois que a PF em Tabatinga (AM) comunicou que uma mulher colombiana havia atravessado a fronteira na quarta-feira (27) e que seguiria para Ribeirão Preto.

Procurada pela PF de Ribeirão Preto, a polícia colombiana informou que a mulher era casada com Cardoza, procurado internacionalmente pelo tráfico de drogas. Ao aterrissar no Aeroporto Leite Lopes em Ribeirão Preto (SP), ela foi recepcionada por dois homens que a levaram a um hotel. Os três foram seguidos por agentes da PF até o estabelecimento onde foi feita a prisão.

“Ele se apresentou com um documento falso e foi dada a voz de prisão em flagrante. Ele confirmou aos policiais que de fato não era a pessoa que ele estava se apresentando, e que era traficante internacionalmente procurado”, afirma o delegado. 

Usuária de crack dá à luz e deixa filha em maternidade de Ribeirão Preto

Uma criança recém-nascida foi deixada após a realização do parto no Centro de Referência da Saúde da Mulher (Mater) de Ribeirão Preto (SP). Segundo o Conselho Tutelar, notificado sobre o caso por assistentes sociais do hospital nesta quinta-feira (28), a mãe é uma jovem de 19 anos viciada em crack que não foi mais encontrada desde o início da semana.

De acordo com o conselheiro Luis Fernando Rodriguez Oliveira, há indícios de que ela não queria ficar com a filha. "O relatório que a gente recebeu aqui conta que a mãe teria oferecido a criança para uma atendente, afirmando o desinteresse dela em cuidar da criança", afirma.

A recém-nascida, prematura de oito meses, permanece na incubadora e deve ser encaminhada a um abrigo assim que receber alta. Oliveira afirma que o caso será enviado ao Juizado da Infância.

Polícia Militar apreende drogas e detém suspeito de tráfico

Um suspeito de 34 anos foi detido pela Polícia Militar por tráfico de entorpecente no Conjunto Newton Siqueira Sopa, às 19h34 de quarta – feira (27).

A equipe Força Tática Canil através dos policiais Fábio e Joaquim apresentou a ocorrência informando que no início da noite houve uma denúncia de tráfico de entorpecente no Conjunto Newton Siqueira Sopa.

Diante dessa informação foi montado um cerco com as viaturas de Força Tática e ROCAM.

Os policiais Fábio e Joaquim foram pelos fundos do bloco 19 A, pela rua Longino de Paula e Silva e na entrada depararam com o suspeito que ao perceber a presença da polícia dispensou no chão um embrulho contendo 4,8g de pedras de crack.

Ele foi detido e os policiais com ajuda dos cães farejadores passaram a realizar buscas no local e encontraram escondidos próximo a muros, embaixo de entulhos, e do alicerce do prédio o restante dos entorpecentes.

Foram apreendidas uma porção de cocaína com o peso de 10g, 18 micros tubos contendo cocaína pesando 14g, e 10 porções de maconha na forma retangular pesando 326g embaladas e prontas para distribuição a terceiros.

A equipe também apreendeu uma balança de precisão, pinos vazios e um relógio de pulso.

O detido confirmou aos policiais que saiu da cadeia no mês passado onde cumpria pena por roubo.

Ele foi autuado em flagrante pelo delegado Edison Winning e encaminhado para a cadeia de Severínia.

EDIÇÕES ANTERIORES

O seu navegador não é recomendado para uma boa navegação neste site.
Para uma melhor visualização do site atualize-o ou escolha outro navegador.
Saiba mais...
Google ChromeMozilla FirefoxOpera